Inicio

A fórmula nada mágica para sair da friendzone


Publicado em 13 do 02 de 2019 por Erivaldo Amancio

Não há nada mais triste do que ouvir a frase "Só quero amizade", não é mesmo? E, geralmente, nós a ouvimos daquela pessoa com quem queremos tudo, menos "só amizade". A FRIENDZONE tem deixado muitos corações partidos e olhos molhados, mas, se for o seu caso, enxugue as lágrimas e junte as partes do coração, pois aqui vai uma dica de ouro para você acessar a zona da atração.

Trata-se de uma dica eficiente, que requer uma grande coragem sua. É preciso um recuo, para um grande avanço. Está preparado para isso? Sim? Então, lá vai: AFASTE-SE!!!Você não leu errado: é preciso que você se afaste  completamente da pessoa que pretende (que vai) conquistar. Você está surpreso? Se compreender como é formado o processo da friendzone, ficará surpreso por não ter pensado nisso antes.

Geralmente, quando gostamos de alguém e, ao mesmo tempo, temos medo de dizer de cara que nos atraímos, ficamos cultivando uma amizade, somos o mais legal e engraçado possível e fazemos de tudo para agradar a pessoa. Com o passar do tempo, viramos rotina na vida desse alguém, que se acostuma com tamanha gentileza e simpatia. Tal costume faz com que não haja vontade alguma de mudança por parte da pessoa amada. Se já está tão ótimo para ela , por que mudar? É isso que está por trás da frase: "Somos só amigos". É preciso quebrar as grades do comodismo.

Quando você se afastar, só quando se afastar, passará a ser lembrado e, em algum tempo, será desejado. É como o ditado que diz: "O tempero da comida é a fome". Deixe a outra pessoa com fome da sua companhia; em alguns meses (dois ou três), quando você se reaproximar gradativamente, ela estará disposta a se alimentar do seu amor.

Afaste-se radicalmente, só de vez em quando mande uma mensagem; um mês depois, comece a conversar por alguns minutos e, só pelo segundo mês, converse de forma natural, embora não como antes. Não esteja mais totalmente à disposição; mostre que para ter tudo aquilo de volta, uma amizade não basta. Mostre sem que ela veja; é complexo, mas sei que você entendeu. Então, o que está esperando? Ficará aos pés dessa pessoa ou se afastará agora e voltará para segurar a mão dela enquanto andam pelo parque? A decisão é sua.